sexta-feira, 14 de novembro de 2008

A noite do "Sr.Wilson"

Tanta expectativa e em vez de milagres, vivi aventura (ainda que estes possam ser integrados).
Aproveitei a insônia e a ausência de meu pai q não permite pernoitar online, para blogar. Quase twittei @robertoberlim q vive acordando de madrugada para, com meu testemunho, contribuir com o retorno do sono... mas enfim, espero que ele esteja dormindo bem!

A boa da noite foi o show do Hillsong, mais conhecido como Sr.Wilson pelos companheiros pertubadores (interna). Há meses eu soube do evento e o coração pulsou forte! Eu, que planejava juntar grana por toda vida para ir na Austrália ou em Londres prestigiar uma ministração de minha banda favorita, com a oportunidade de vê-los na minha cidade! e grátis! Demais! Me planejei, divulguei e reforcei o hábito de ouvir as músicas deles todos os dias (com mt prazer, óbvio). Porém, a lição que uma música começou a me passar no início da noite inesqueível foi entendida agora, às 4h21 da madrugada, 5 horas após o término do show.

Respeitei, mas não concordei com amigas que não quiseram ir ao show por causa de muvuca e falta de ânimo; "Prefiro ouvir o cd!" disse uma delas... (decidi me contentar com o DVD, amiga).

FOI TUDO LINDO. Consegui deixar as coisas no trabalho e marquei de voltar após o evento para buscar. Fui para o show e na longa caminhada consegui ficar próxima do palco. Assisti Aline Barros perto dos amigos e enquanto a galera agitava, fui me enrolando e arrastando. Eu pensava com Deus: "me leva mais pra perto, quero ver minha banda preferida de perto! já nem trouxe máquina, ao menos para observar de perto o q assisto repetidas vezes no youtube (me emocionando)". Fui chegando, chegando --- acabou aline! milagrosamente chamaram com rapidez a Darlene Zschech (líder do Hillsong/Wilson). Isso merece elogio ---> sem políticos, mil pastores, mil enrolações ou propagandas. Foi rápido! yes! Mas não durei muito. Qnd entrou a banda esperada, fiquei feliz e fazendo um solo enquanto TODOS q me espremiam não sabiam nem o refrão. Mascavam chiclete no ritmo da música "nã nã rooll...lá lá lá stendi", enquanto eu cantava todas, sabendo até a batida quebrada da bateria e os solos de guitarra. Fiz questão de cantar no pé do ouvido dos quase representantes de imprensa q só fotografavam e tiravam fotos enquanto eu tentava louvar.

Enfim, tanto esforço!! e fui chegando, eles se empurravam e eu girava no bagulho, de repente, eu já estava a 4 metros da grade em frente ao palco. Já tinha pulado e cantado muito! Sem água, sem comida extra e glicose, fui ficando sem ar... olhei pra cima bem tonta, ainda cantando, e orei "Papai do céu, minha força vem de ti!!quero ficar de pé!". Eu estava sozinha, deixei os amigos e marcamos d nos encontrarmos dps. Resultado, de repente acordei quase sem blusa sendo erguida pela multidão e jogada sobre a grade. Vi os bombeiros, comecei a rir desmaiada, sem ar, tremendo, tonta e pedindo desculpa pro vento "desculpa moço...to bem...to fraca...desculpa...é q... acho q é pressão" e desmaiando. Eles me acalmaram, me deram água que eu tentei pagar (excesso de zelo para não incomodar, ñ sei cuidar d mim).

Qnd consegui sentar, tentei ouvir a música e me acalmar. Orei, cantei e comecei a chorar por querer ter força pra voltar pra multidão. Fiquei ao lado da banda, foi ótimo para vê-los direitinho até os olhinhos embaçarem ='(
Tanto esfoooorço e não conseguia mais dançar e cantar freneticamente. Sem fôlego. Tentei levantar e caí de novo, choraminguei pro Papai do céu e comecei a ligar pra alguém me buscar. Ngm atendia... recorri a amigos ocupados e mt distantes dalí, a saber, @kauef e @leecamimura. Thank you guys! Mandaram msg pra quem precisava saber, ofereceram até de me buscar e a Lee acionou um amigo q estava perto de mim, no palco. Ele me trouxe lanchinho do camarim dos artistas! =) D+! tinha tomate seco naquela pasta da torradinha! acompanhada de coca-cola (obrigada paulinho). Dps de 40min nesse drama, assisti o show da lateral e me diverti com a irmã gêmea no finalzinho.

Fomos embora e passamos no trabalho para buscar as coisas. Eu e a gêmea resolvemos apostar corrida até a entrada do tribunal e qnd chegamos lá quase acabamos chegando na Glória, pois, assustamos os vigias que estavam já com a mão na arma. BURRAS. Pedimos desculpas e fomos tratadas como princesas (adolescentes, é claro).

Vim pra casa, comi no bomba pra não perder o costume, e a novidade é q nada mudou. Sonhei aaalto para o evento, mas não consegui contemplar a presença de Deus que, de fato, preciso.
Antes de sair para o show, ouvi a música "across the earth" que fala dos louvores a Deus em todo a terra. Apesar de uma letra engrandecedora em toda música, ao final, há um clamor q adoro cantar e ouvir; diz assim "Seu reino reina! Seu reino reina! Acima de tudo, acima de tudo". Talvez "só" pra alguns, mas é TUDO pra mim.

Não aconteceu nada q sonhei ou planejei, fui dormir exausta, com falta de ar, ainda com mal estar do surto de fraqueza que tive, e me lembrei disso: que o reino do meu Deus permanece e está acima de tudo. Acima de minha molecagem, acima de minhas vontades, de acidentes e de milagres. Posso lamuriar por causa do que não deu certo, ou agradecer pelos amigos que tenho e por não ter infermidade q me impeça de ir a outros shows.

O segredo é ter menos expectativa nas coisas, e mais em Deus. Preciso viver essas músicas que falam tanto ao meu coração e q não pude curtir com o mesmo envolvimento durante o show. Já senti a presença de Deus fortemente enquanto ouvia esses louvores, por crer e ter foco certo. Adorar por amar meu Deus e querer engrandecê-Lo sem lembrar d ambições pessoais... anulando a mim e exaltando a Ele.
Porém, ao vivo eu esperei tanto q me esqueci dos limites e talvez do Papai do céu. Foi lindo, músicas prediletas tocaram, mas devo refletir e amadurecer esses anseios adolescentes, dos quais não me arrependo nem me envergonho, apenas desejo controlar.

Que somente a existência plena de Deus e sua louvável fidelidade, sejam os motivos de minha paz e sustento para meu bom-ânimo. Que Ele seja o foco e tudo o que deriva de sua plenitude, magnificência, misericórida e graça, seja: LUCRO.

O Senhor é íntegro em tudo. Com Ele as coisas não saem do controle. Ele sabia e Ele sabe.
Quem deve aprender a confiar, sou eu.
Se é "Música da colina" ou Sr. Wilson, não importa. Importa que o nome de Deus seja engrandecido e que eu consiga, tão somente pela graça, desfrutar de sua presença.

Obrigada pela carona, pelo lanche, pela saúde, pelas companhias, pelo celular e pela noite.

Across the Earth: http://www.youtube.com/watch?v=Saw27i_6n0E&feature=related
Savior King: http://www.youtube.com/watch?v=_7BQzic-zLs&NR=1
"Te amo Deus, e adoro a Ti, a esperança perdida, agora permanece renovada. Eu dou minha vida para honrar a isso, o sangue de Cristo, o Rei Salvador!"

5 comentários:

valdik disse...

eu queria estar lá com vc mas infelismente não deu...

valdik disse...

eu queria estar lá com vc mas infelismente não deu...

Alexandre disse...

Da próxima vez, chama também o @alexandresena Poderia ter ido te buscar de carro, sua maluca... bjs!

Kauê disse...

hahah foi comédia essa sexta.. ainda bem que td se resolveu.. oh glória irmã.. hahaha Bjao

Lê Cami disse...

Mesmo que as coisas não tenham saído como vc pretendia, como é bacana testificar do cuidado dEle com vc. Livramento, meu bem. Amor por vc. Seu Papai ouviu e a resposta se refletiu nos bombeiros, nos amigos, nos amigos dos amigos (obrigada, Paulinho), na gêmea que se desesperou ao saber de você, no outro que saiu de casa, munido de coragem e determinação pra te tirar do sufoco. e em tudo isso, mais do que a banda preferida, vc desfrutou da fidelidade do Deus único, que ainda te deu lugar vip pra ver o show e se alegrar com os louvores que vc conhece tão bem. Um coração agredecido é tão "frenético" quando mil pulos no ar!
Beijos